Inicial

Imprimir

O que é imuno-histoquímica?

Postado em Dúvidas e FAQs

É um método diagnóstico complementar ao exame anatomopatológico, realizado em material de biópsia ou peças cirúrgicas ou, então, em citologia. As técnicas de imuno-histoquímica (IHQ) detectam moléculas (antígenos) teciduais, sendo de grande valor nos diagnósticos anátomo-patológicos e na investigação científica. Sinônimo: imunoperoxidase.  
      Aplicações: determinar o sítio primário de uma neoplasia; caracterizar uma neoplasia indiferenciada; determinar fatores prognósticos no câncer de mama; perfil hormonal em adenomas de hipófise; imunofenotipagem de linfomas; determinar a sensibilidade de alguns cânceres a determinadas drogas como alvos neoplásicos específicos; determinar indiretamente a presença de mutações genéticas em alguns tipos de cânceres familiares; detecção de antígenos de agentes infecciosos; auxílio da diferenciação entre neoplasias e estados reacionais em linfonodo e baço; etc.

Para maiores detalhes veja também: “Onde Atuamos – Orientações – Imuno-histoquímica”.