Erro
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 44
Imprimir

Manual de Exames

Postado em Neutra

REAÇÕES HISTOQUÍMICAS e ENZIMÁTICAS

São colorações especiais realizadas em material de biópsia ou citologia, como os já citados, fixadas em formol ou congeladas.


Servem para pesquisar:


1) Microorganismos
2) Reação enzimática
3) Proteína acumulada
4) Acúmulos de outras substâncias.


Estas pesquisas são, muitas vezes, necessárias para a confirmação de diagnósticos específicos como:


Pesquisa para BAAR nas micobacterioses (Ziehl).
Pesquisa de fungos nas micoses (Grocott ou PAS).
Pesquisas de bactérias Gram positivas (coloração Gram).
Pesquisa de H. pilory na gastrites (coloração Giemsa).
Pesquisa para amilóide (coloração vermelho-Congo).
Pesquisa para melanina (Fontana-Masson).
Pesquisa para ferro nas lesões hepáticas (Perls).
Pesquisa de mucina em alguns tumores e metaplasias (colorações PAS, alcian-blue,etc).
Diagnóstico das doenças de acúmulo (histoquímica hepática)
 

ATO da COLETA de PUNÇÃO ASPIRATIVA POR AGULHA

Método: coleta manual, com seringa e agulha.
Fixação e Transporte: álcool 95% ou lâmina a seco. 
Prazo de Liberação: consulte o Lab APC.
Requisitos fundamentais para a análise: Preenchimento de “Requisição de Exames”; identificação clara do frasco com a amostra e informações clínicas.
Instruções de Coleta: ela é feita por um profissional médico, com agendamento.

BIÓPSIA de FÍGADO e RIM com COLORAÇÕES ESPECIAIS

Método: Histopatológico.
Fixação e Transporte: formol à 10%, abundante.
Prazo de Liberação: consulte o Lab APC.
Requisitos fundamentais para a análise: Preenchimento de “Requisição de Exames”; identificação clara do frasco com a amostra e informações clínicas.
Instruções de Coleta: ela é feita por um médico-cirurgião.

BIÓPSIA de PELE com COLORAÇÕES ESPECIAIS

Método: Histopatológico.
Fixação e Transporte: formol à 10%, abundante.
Prazo de Liberação: consulte o Lab APC.
Requisitos fundamentais para a análise: Preenchimento de “Requisição de Exames”; identificação clara do frasco com a amostra e informações clínicas.
Instruções de Coleta: ela é feita por um médico.

BIÓPSIA SIMPLES e BLOCO CITOLÓGICO (Ex.: biópsia gástrica endoscópica).

Método: Histopatológico.
Fixação e Transporte: formol à 10%, abundante.
Prazo de Liberação: consulte o Lab APC.
Requisitos fundamentais para a análise: Preenchimento de “Requisição de Exames”; identificação clara do frasco com a amostra e informações clínicas.
Instruções de Coleta: ela é feita por um médico.

CITOLOGIA CÉRVICO-VAGINAL (1lâmina somente)

Método: Citopatológico.
Fixação e Transporte: preferencialmente álcool à 95%, abundante. Alternativa: “spray”.
Prazo de Liberação: consulte o Lab APC.
Requisitos fundamentais para a análise: Preenchimento de “Requisição de Exames” (contendo:  idade, D.U.M. e  achados clínicos relevantes (aspecto do colo, corrimento, cor, odor e características,  etc.); identificação clara do frasco com a amostra.
Instruções de Coleta: geralmente feita por profissional médico, mas pode ser por outro profissional da saúde

Orientação à paciente: não estar menstruada; abstinência sexual de  no mínimo 24 h antes da coleta; nas 48 h que antecedem o exame não usar cremes, óvulos ou duchas vaginais.
Identificação da lâmina: escrever com lápis preto  as iniciais da paciente na extremidade fosca da lâmina antes da coleta, acomodando-a na mesa para receber o material colhido na mesma face da parte fosca.
Coleta das amostras: a coleta é dupla, da ectocérvice e do canal cervical; as coletas são colhidas separadamente e colocadas em uma única lâmina. Coleta ectocervical: com espátula de Ayre fazer uma raspagem na mucosa ectocervical em movimento rotativo de 360°, estender o material na lâmina  com suave pressão. Coleta endocervical: utilize a escova de coleta endocervical. Recolha o material introduzindo a escova delicadamente no canal cervical  girando 360°, estender o material no restante da lâmina rolando a escova. 
IMPORTANTE: deixar o frasco com fixador próximo à lâmina já identificada (com o nome da paciente escrito a lápis na parte fosca da lâmina); a fixação deve ser procedida imediatamente após a coleta, sem nenhuma espera. 
FIXADOR:  “SPRAY”: verificar a validade e aplicá-lo a uma distância de 20 cm da lâmina IMEDIATAMENTE APÓS A COLETA (este procedimento não pode demorar mais que 40 segundos) e depois de aplicar o fixador deixar  a lâmina na posição horizontal até o fixador secar por completo.
FIXADOR: ALCÓOL 95 % - colocar a lâmina no frasco com álcool 95% imediatamente após a coleta  (fixador de melhor resultado).  Não retirar  a lâmina do álcool.  Enviar o frasco com álcool com a lâmina dentro para o laboratório para ser  corado e analisado.
OBS.: se o transporte do material não for possível com álcool, deixar a lâmina dentro do frasco com o álcool no mínimo 24 hora, deixar secar e depois enviá-la a seco.

Para mais detalhes, com fotos, veja: Manual de Coleta de Citologia.

CITOLOGIA HORMONAL ISOLADA ou SERIADA

Método: Citopatológico.
Fixação e Transporte: álcool a 95%, abundante.
Prazo de Liberação: consulte o Lab APC.
Requisitos fundamentais para a análise: Preenchimento de “Requisição de Exames”; identificação clara do frasco com a amostra e informações clínicas.
Instruções de Coleta:
Primeira lâmina, da primeira fase (até o 8º dia do ciclo).
Segunda colheita deverá ser feita em torno do período ovulatório.
Terceira lâmina, a partir do 18º dia do ciclo menstrual.
Última lâmina, em torno do 26º  - 28º  dia do ciclo.
Local de coleta: preferencialmente na parede vaginal (no seu terço superior) não devendo haver inflamação (colpite), citólise, ou outras alterações.
Evitar: duchas e lavagens vaginais, cremes e talcos vaginais, relações sexuais (24 horas antes da coleta),  e colheita no período menstrual, ou estar em uso de medicação hormonal. A pacientes não pode estar com processos inflamatórios ou infecciosos durante as coletas.

CITOPATOLÓGICO de LÍQUIDOS ou “IMPRINTS”

Líquidos: ascítico, conteúdo de cisto, derrame pleural, lavado brônquico, lavado peritoneal, lavado vesical, líquido articular, líquor, urina, etc.

Método: Citopatológico.
Fixação e Transporte: Enviar ao laboratório logo após a coleta, sem fixador. Não é necessário enviar todo o material coletado, 5 a 10 ml do líquido é suficiente. Caso isto não seja possível, por exemplo material vindo de outras cidades, recomendamos que os esfregaços devem ser feitos imediatamente após a recepção do material no laboratório-clínica de origem. Os esfregaços (as lâminas somente, em um total de 2 a 3) devem então ser fixados em álcool a 95% e enviados ao Laboratório APC.
Prazo de Liberação: consulte o Lab APC.
Requisitos fundamentais para a análise: Preenchimento de “Requisição de Exames”; identificação clara do frasco com a amostra e informações clínicas.
Instruções de Coleta: ela é feita por um médico-cirurgião.

CITOPATOLÓGICO EM MEIO LÍQUIDO

Método: Citopatológico.
Fixação e Transporte: “meio-líquido”, já fornecido. 
Prazo de Liberação: consulte o Lab APC.
Requisitos fundamentais para a análise: Preenchimento de “Requisição de Exames”; identificação clara do frasco com a amostra e informações clínicas.
Instruções de Coleta: ela é feita por um profissional médico,ou outro profissional da saúde. 

COLORAÇÕES ESPECIAIS PARA DOENÇAS INFECCIOSAS

Método: Histopatológico.
Fixação e Transporte: bloco de parafina ou lâmina histológica já recortada.
Prazo de Liberação: consulte o Lab APC.
Requisitos fundamentais para a análise: Preenchimento de “Requisição de Exames”; identificação clara do frasco com a amostra e informações clínicas.

CONSULTA e REVISÃO de LÂMINAS

Método: Histopatológico ou citopatológico.
Fixação e Transporte: a lâmina já está pronta.
Prazo de Liberação: consulte o Lab APC.
Requisitos fundamentais para a análise: Preenchimento de “Requisição de Exames”; identificação clara da lâmina e informações clínicas.

CÓPIA de LÂMINAS

Método: Histopatológico.
Prazo de Liberação: consulte o Lab APC.
Requisitos: entrar em contato com o Lab APC. 

EXAME PER OPERATÓRIO POR CONGELAÇÃO

Método: Histopatológico.
Fixação e Transporte: material estudado à fresco, sem fixação. Após, a peça é colocada em formol e prosseguida como peça cirúrgica.
Prazo de Liberação: em poucos minutos, durante a cirúrgica e comunicado diretamente ao cirurgião.
Requisitos fundamentais para a análise: Preenchimento de “Requisição de Exames”; identificação clara do frasco com a amostra e informações clínicas.
Instruções de Coleta: ela é feita por um médico cirurgião.

IMUNO-HISTOQUÍMICA PARA PRÓSTATA

Método: Histopatológico. É o mesmo material retirado para biópsia/peça cirúrgica.
Fixação e Transporte: formol à 10%, abundante.
Prazo de Liberação: consulte o Lab APC.
Requisitos fundamentais para a análise: Preenchimento de “Requisição de Exames”; identificação clara do frasco com a amostra e informações clínicas.
Instruções de Coleta: ela é feita por um médico-cirurgião.
Veja também Imunohistoquímica

IMUNO-HISTOQUÍMICA por ANTICORPO

Método: Histopatológico (mais frequentemente). É o mesmo material retirado para biópsia/peça cirúrgica.
Fixação e Transporte: formol à 10%, abundante.
Prazo de Liberação: consulte o Lab APC.
Requisitos fundamentais para a análise: Preenchimento de “Requisição de Exames”; identificação clara do frasco com a amostra e informações clínicas.
Instruções de Coleta: ela é feita por um médico-cirurgião.

Veja também “Onde Atuamos – Especialidades – Imunohistoquímica”

LAVADO BRONCO-ALVEOLAR

Método: Citopatológico.
Fixação e Transporte: álcool a 95%. 
Prazo de Liberação: consulte o Lab APC.
Requisitos fundamentais para a análise: Preenchimento de “Requisição de Exames”; identificação clara do frasco com a amostra e informações clínicas.
Instruções de Coleta: ela é feita por um médico.

NECROPSIA de FETO e PLACENTA

Método: Histopatológico.
Fixação e Transporte: formol à 10%, abundante. Enviar imediatamente ao Lab APC. 
Prazo de Liberação: consulte o Lab APC.
Requisitos fundamentais para a análise: Preenchimento de “Requisição de Exames”; identificação clara do frasco com a amostra e informações clínicas.
Instruções de Coleta: ela é feita por um médico-cirurgião.

PAINEL de IMUNO-HISTOQUÍMICA para DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL

Método: Histopatológico (mais frequentemente). É o mesmo material retirado para biópsia/peça cirúrgica.
Fixação e Transporte: formol à 10%, abundante.
Prazo de Liberação: consulte o Lab APC.
Requisitos fundamentais para a análise: Preenchimento de “Requisição de Exames”; identificação clara do frasco com a amostra e informações clínicas.
Instruções de Coleta: ela é feita por um médico-cirurgião.
Veja também: Imunohistoquímica

PAINEL de IMUNO-HISTOQUÍMICA para PROGNÓSTICO

Método: Histopatológico. É o mesmo material retirado para biópsia/peça cirúrgica.
Fixação e Transporte: formol à 10%, abundante.
Prazo de Liberação: consulte o Lab APC.
Requisitos fundamentais para a análise: Preenchimento de “Requisição de Exames”; identificação clara do frasco com a amostra e informações clínicas.
Instruções de Coleta: ela é feita por um médico-cirurgião.
Veja também Imunohistoquímica

PEÇA CONVENCIONAL SIMPLES (Ex.: histerectomia).

Método: Histopatológico.
Fixação e Transporte: formol à 10%, abundante.
Prazo de Liberação: consulte o Lab APC.
Requisitos fundamentais para a análise: Preenchimento de “Requisição de Exames”; identificação clara do frasco com a amostra e informações clínicas.
Instruções de Coleta: ela é feita por um médico cirurgião.

PEÇA RADICAL COMPLEXA(Ex.: retirada cirúrgica radical de câncer).

Método: Histopatológico.
Fixação e Transporte: formol à 10%, abundante.
Prazo de Liberação: consulte o Lab APC.
Requisitos fundamentais para a análise: Preenchimento de “Requisição de Exames”; identificação clara do frasco com a amostra e informações clínicas.
Instruções de Coleta: ela é feita por um médico cirurgião.